GAUGUIN – VIAGEM AO TAITI

França, 1891. O pintor Paul Gauguin já é bem conhecido nos círculos artísticos parisienses, todavia, está cansado do chamado mundo civilizado e de suas convenções políticas, morais e artísticas.

Deixando sua esposa e filhos para trás, ele se aventura sozinho no outro extremo do mundo, o Taiti, consumido com um desejo pela pureza original, e pronto para sacrificar tudo por sua busca.

Empobrecido e solitário, Gauguin entra profundamente na selva taitiana, onde conhece os Maoris e Tehura, sua musa, que inspirará suas obras mais icônicas de arte. Continuar lendo GAUGUIN – VIAGEM AO TAITI